Um pouco sobre os Estados Unidos

Hello! Os Estados Unidos estão bem presentes em nossa cultura, e você provavelmente já viu alguma coisa desse país no cinema, na televisão, nos seriados, nos restaurantes e até nas músicas, mas é no intercâmbio que você poderá criar a usa própria imagem deste grande país. Descubra como um intercâmbio nos EUA é muito mais do que Hollywood, fast food ou a Estátua da Liberdade.

Uma característica pouco citada nos cinemas é a grande extensão do país que o torna um lugar de de grandes diferenças climáticas entre um estado e outro e consequentemente abrigo de uma vasta fauna e flora. Além da diversidade natural, o país também é conhecido por sua diversidade cultural, fruto da grande presença de imigrantes que carregam para a nação um pouquinho de sua cultura. Sem dúvida o seu intercâmbio será uma oportunidade de experimentar uma das mais complexas formações culturais do mundo.

A família tem grande importância nos EUA, muitos americanos se sentem tão orgulhosos de suas raízes que sabem dizer exatamente de onde vieram casa um dos seus antepassados. Outro ponto muito valorizado na maioria das famílias é a convivência e a união. Você com certeza será acolhido como um membro da família!

As férias trazem momentos como o jantar de Ação de Graças, evento em que toda a família se reúne, e  que sem dúvida se tornará uma lembrança inesquecível. Você também poderá notar a união da família nas competições (esportivas ou culturais), quando um dos membros da família está participando, é muito comum que a família inteira marque presença na torcida, lhe apoiando e animando.

Nas escolas, você pode escolher suas matérias de acordo com os seus interesses. É possível que você tenha a oportunidade de estudar temas como fotografia, treinamento de sobrevivência e até culinária. Outro ponto interessante é que cada professor tem sua sala, então são os alunos que se deslocam, e você poderá ter diferentes turmas.

Devido as grandes ofertas de bolsas, por parte de clubes e universidades baseadas nas atividades extra-curriculares, estas são muito comuns, boa parte dos alunos usa seu tempo livre praticando seus hobbies na própria escola. Essa característica acaba gerando um forte vínculo com as instituições de ensino, e entre seus estudantes. As atividades extracurriculares, sem dúvida, serão uma ótima forma de você se integrar e fazer grandes amigos.

Se você deseja conhecer os Estados Unidos que vão muito além das histórias de cinema, esse é o destino ideal para o seu intercâmbio!

O que está incluído?

  • Seleção, orientação e suporte no Brasil
  • Material de orientação e embarque Seleção de família anfitriã voluntária Seleção de escola
  • Assistência nos aeroportos
  • Orientações durante o intercâmbio
  • Apoio de voluntários treinados pelo YFU
  • Assistência psicológica profissional, se necessário
  • Seguro de saúde
  • Passagem aérea internacional a partir de Rio de Janeiro ou São Paulo e trecho doméstico nos EUA.

O que não está incluído?

  • Passagem aérea da cidade do estudante ao aeroporto de embarque (Rio ou São Paulo – nesses aeroportos a equipe do YFU receberá os estudantes que vierem desacompanhados)
  • Despesas com a obtenção de passaporte e visto
  • Dinheiro para gastos pessoais
  • Livros escolares, uniforme, atividades escolares
  • Transporte para escola (se houver necessidade, na maioria dos casos o transporte é gratuito)
  • Viagens opcionais

Depoimentos

  • "
    Por onde eu começo? Em 2014 eu me candidatei para um intercâmbio no primeiro semestre de 2015 nos EUA. Eu escolhi a região norte como preferência para estadia, mas não tinha ideia de para onde isso iria me levar.
    Todas as minhas tias, minha mãe e dois irmãos meus tiveram a oportunidade de participar de um intercâmbio cultural nos Estados Unidos, então eu já tinha uma boa noção do que estava a minha frente. No entanto, eu queria algo diferente, queria uma experiência diferente, e foi exatamente isso que eu tive.
    Quando o e-mail chegou dizendo que uma família no Alasca havia me escolhido como exchange student foi um dos dias mais felizes para mim. Alasca, quem diria!?
    No total foram 5 aviões para sair da minha cidade natal , Manaus, até chegar a minha nova casa pelos próximos 6 meses: Soldotna.
    Eu não tinha ideia do que iria enfrentar em termos de clima e cultura. Todas as roupas que eu levei eram para um frio extremo. Eu imaginava que todos andavam assim lá, sempre cobertos. Porém quase ninguém se vestia muito para sair: eu era a mais coberta por lá. Mas é claro, uma jovem vinda diretamente da floresta amazônica para o Alasca obviamente sentiria muito mais frio. Eu tive sorte pois 2015 foi um dos anos mais quentes no estado. Enquanto Nova York e Boston sofreram com as nevascas de início de ano, a neve no Alasca não passou de 10 cm.
    No início tínhamos apenas 5h de sol, o que me causava muito sono. Eu não tinha vontade de fazer nada, ficava em casa com minha família assistindo séries, comendo pipoca e tomando sorvete. Sim, eu descobri ainda no meu primeiro dia lá que o Alasca é um dos estados que mais consome sorvete nos EUA e essa era uma das coisas de que eu mais gostava. Eu tive a oportunidade de andar em cima de um lago congelado e fazer coisas que eu nunca imaginava que faria. Participei de bon fires, comi muitos smore's, vi alces (o tempo todo) e conheci pessoas de todas as partes dos Estados Unidos e do mundo.
    Durante a primavera eu comecei a jogar futebol pela minha escola e fiz novas amizades. A escola era a minha parte favorita. Todo mundo era super simpático comigo , sempre tentando me ajudar. Conheci pessoas incríveis que jamais esquecerei. Os professores eram maravilhosos. De alguma forma sempre havia novas coisas para fazer e testar.
    Costumo dizer que o meu início de ano foi o meu "American experience", mas o meu verão foi meu "Alaska experience." Passei o verão todo saindo para acampar, cozinhando comida no fogo, nadando em águas derretidas de geleiras, caiacando, escalando montanhas e vivendo como uma verdadeira alasquiana. As pessoas no Alasca são bastante aventureiras. Sempre preparadas para um aventura ecológica.
    Eu cresci muito como pessoa nesses seis meses em que estive fora e se me perguntarem qual foi a maior lição que eu tirei de tudo isso com certeza será: seja você mesmo. Isso eu aprendi logo que cheguei e fui perguntar para minha host mom que roupa eu deveria vestir para ir para a escola. Então meu host brother respondeu : "ninguém liga para o que você veste aqui, pode usar o que você quiser". Eu claramente achei isso estranho mas logo aprendi que era uma verdade. Muitas pessoas iam para o colégio de pijama e ninguém nem notava ou demonstrava se importar com tal atitude. Por isso essa foi a lição mais importante para mim. Eu aprendi que eu posso ser quem e o que eu quiser sem me importar com o que os outros pensam, porque isso não é realmente do interesse de ninguém, apenas meu.
    Agradeço ao YFU pela maravilhosa experiência de morar no Alasca. Se você que está lendo isso pensa em fazer um intercâmbio, eu aconselho que faça um imediatamente. É a melhor coisa que pode acontecer na sua vida e você vai crescer muito como pessoa. "
    Mariah Andrade
    May-20_FB